Repórter Brasil divulga propostas que receberão duas bolsas de R$ 5 mil para reportagens sobre quem financia o desmatamento

Em meio a recordes históricos de desmatamento no país, a Repórter Brasil promoveu um concurso para oferecer duas bolsas de R$ 5.000,00 para a realização de reportagens sobre quem financia essa prática. As pautas propostas por jornalistas ou estudantes de jornalismo deveriam necessariamente utilizar o banco de dados da plataforma Florestas e Finanças, que mostra a contribuição de bancos e investidores para o problema.

As propostas escolhidas entre as 23 pautas inscritas foram: “Financiamento de pequeno porte, desmatamento em grande escala”, de Naira Hofmeister de Araujo, em parceria com Fernanda Wenzel e Pedro Papini, e “Em 2020, CNH e John Deere investiram mais de U$ 100 milhões em máquinas para setores com risco de desmatamento no Brasil”, de Andressa Ribeiro Santa Cruz.

A Comissão Julgadora, formada por representantes da Repórter Brasil e da coalizão Florestas e Finanças, levou em conta o alinhamento da pauta com a proposta da bolsa, incluindo a utilização do banco de dados da plataforma, a qualidade da pré-apuração, a originalidade e relevância jornalística, afinidade dos proponentes com a pauta, entre outros fatores.

Todo o processo de apuração e elaboração das reportagens será acompanhado pela equipe da Repórter Brasil. Desde que cumpram os critérios de qualidade da organização, as reportagens geradas pelas propostas vencedoras serão publicadas no site da Repórter Brasil no segundo semestre de 2021.

Coalizão Florestas e Finanças

A Repórter Brasil integra a coalizão internacional Florestas e Finanças, iniciativa que reúne organizações de campanha e pesquisa que buscam alcançar maior transparência no setor financeiro e em políticas, sistemas e regulamentações que, em última análise, evitem que as instituições financeiras apoiem os tipos de abusos ambientais e sociais que são bastante comuns nas operações de muitos clientes do setor de risco florestal.

A plataforma da coalizão Florestas e Finanças oferece um banco de dados valioso para descobrir a ligação entre grandes bancos, investidores e empresas com risco de desmatamento, que pode ser utilizado na realização de reportagens sobre o tema. Ele fornece informações sobre os financiadores de mais de 300 empresas diretamente envolvidas nas cadeias de abastecimento de carne bovina, soja, óleo de palma, papel e celulose, borracha e madeira, cujas operações afetam as florestas tropicais naturais no Sudeste Asiático, África Central e Ocidental e no Brasil. Também apresenta estudos de caso que envolvem desmatamento e violações de direitos humanos vinculados a investimentos e financiamentos bancários.

Em 2020, por exemplo, a Repórter Brasil publicou duas reportagens com dados da plataforma: uma delas revelou que a maior gestora de investimentos do mundo anunciou política contra o aquecimento global, mas ignorou investimentos na pecuária e na JBS e a outra explicou como a Morgan Stanley está ligada ao desmatamento na Amazônia.

O concurso de bolsas buscou contribuir para difundir o conhecimento dessa ferramenta, estimular a pesquisa em seu banco de dados e mostrar sua importância para a questão ambiental.

O post Repórter Brasil divulga propostas que receberão duas bolsas de R$ 5 mil para reportagens sobre quem financia o desmatamento apareceu primeiro em Repórter Brasil.

Ir a la fuente
Author: João Diaz

Powered by WPeMatico