Lula afirma que esquerda tem de se unir a lideranças de centro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, em reunião com lideranças de esquerda nesta quinta-feira (10), no Rio de Janeiro, que a esquerda precisa se unir a líderes de centro pensando nas eleições de 2022.

Lula disse no evento que só foi eleito em 2002 quando entendeu que os 30% de votos que o PT costuma garantir nas disputas não eram suficientes. Para isso, ele teria ido buscar mais votos no chamado centrão. A informação é da jornalista Bela Megale, do O Globo.

O petista comentou que a eleição de 2022 será difícil e que só será candidato à presidência se tiver certeza de que não será derrotado. Lula não descarta apoiar outro nome. Segundo o ex-presidente, o estado do Rio é importante para derrotar Bolsonaro.

Nesta sexta (11), Lula tem um almoço marcado com o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz. Santa Cruz é visto como um bom nome para angariar votos do centrão.

Na última semana, o PT contratou o jornalista e ex-ministro Franklin Martins para atuar na pré-campanha de Lula, embora o petista não se coloque como candidato. Franklin foi ministro da Secretaria de Comunicação Social no segundo governo Lula, entre 2007 e 2010, e vai coordenar agora toda a estrutura de comunicação.

O post Lula afirma que esquerda tem de se unir a lideranças de centro apareceu primeiro em Jornal de Brasília.

Ir a la fuente
Author: Redação Jornal de Brasília

Powered by WPeMatico