Constâncio diz que exposição do BES ao BESA «devia ter sido travada»


Vítor Constâncio diz que o aumento da exposição do Banco Espírito Santo ao BESA, o banco em Angola, foi uma fuga para a frente e deveria ter sido travada. O antigo governador do Banco de Portugal fez esta declaração na comissão de inquérito ao Novo Banco. E assegurou que não foi avisado do aumento da exposição entre os dois bancos.
Ir a la fuente
Author:

Powered by WPeMatico